Casamar: a nossa hospedagem em Ilhabela

Em Ilhabela nos hospedamos no Bangalô Refúgio do Mar, em Casamar, um pequeno condomínio localizado ao sul da ilha, em Borrifos. Esta foi a hospedagem mais cara do nosso roteiro “Eu prefiro as curvas da estrada de Santos“. Pagamos R$160,00 a diária, sendo que nossa média de gastos com hospedagem neste roteiro foi de R$113,00/dia para nós dois. Contudo, o valor nos pareceu muito justo pelo conforto oferecido: uma linda casa estilo bangalô, com cozinha, ofurô e um deck com vista para o mar.

Alugamos pelo Airbnb, mas vimos que eles também tem um perfil no Facebook e site próprio. Por se tratar de um condomínio fiquei inicialmente preocupada com a privacidade (detesto o esquema de hospedagem cohab, tudo grudado!) mas percebi pelas avaliações de hóspedes anteriores que este não era o caso. Lá chegando entendemos o porquê: as quatro casas estão totalmente incrustadas em meio a mata nativa e distantes entre si. 

Além do bangalô, cogitamos também ficar na cabana Casamar Ilhabela – a única certeza que tínhamos é a de que queríamos o ofurô e estas eram as duas opções que dispunham deste item de conforto. A decisão entre os dois foi em cima do critério “borrachudos” – nas minhas pesquisas li que na ilha estes bichinhos atacam sem dó nem piedade. Enquanto o ofurô do Bangalô ficava dentro da sala, o da Cabana estava no deck externo e fiquei com medo de não conseguir aproveitá-lo devidamente.

Claro que a ideia de um ofurô externo com vista para o mar era sensacional, mas preferimos resguardar-nos e ficar com no Bangalô e seu  ofurô interno – durante a viagem esta escolha mostrou-se muito acertada para nós, pois passávamos o dia na rua e só usufruíamos do ofurô a noite, ou seja, não teria feito sentido para nós um ofurô com vista para o mar nesta situação.

O bangalô tem uma estrutura tipo loft, com uma cama King Size, antessala com mais uma cama de solteiro, ofurô, cozinha, banheiro, área de lavanderia, pequeno quintal privativo com varais de roupas e um deck externo. Na chegada, velas acesas, flores e um som de jazz, bem ambiente, que vinha da TV. Um encanto! O anfitrião foi muito gentil, sempre esteve disponível via whatsapp e ainda nos presenteou com duas cervejas. A decoração é toda rústica e cada detalhe parece ter sido especialmente pensado, num bom gosto incrível. Num quadro negro na parede, um simpático recado de boas vindas. Uma cafeteira de café expresso com cápsulas disponíveis para uso, ao custo extra de R$ 3,00 cada. Destes lugares que não dá vontade de sair mais, sabe?

14705623_1014565272004493_1973710874564882860_n

O ofurô, com o deck externo ao fundo. (Foto retirada da página do Facebook do Casamar Ilhabela

15259695_1049907291803624_8431729255254321805_o

O quarto: cama King Size com mosquiteiro. (Foto retirada da página do Facebook do Casamar Ilhabela)

15304244_1049907411803612_279332500238152502_o

Cozinha e banheiro: ao fundo porta que dá acesso a lavanderia e quintal. (Foto retirada da página do Facebook do Casamar Ilhabela)

12628593_827635214030834_5381917976617094421_o

A fachada do bangalô, com o deck externo. (Foto retirada da Página do Facebook do Casamar Ilhabela)

É importante atentar-se para  a localização. O chalé fica no extremo sul da ilha, a 18 km do centro da vila, e não contávamos que a estrada era tão estreita, sinuosa e difícil. Se um ônibus ou um caminhão estivesse mais lento à frente o jeito era seguir devagar, em fila indiana, e então um trajeto que aparentemente curto tornava-se por vezes bem mais demorado. As várias curvas atrapalhavam as ultrapassagens, então deixar o sul da ilha e ir ao centro acabou ficando mais cansativo do que supúnhamos.

Próximo ao Casamar existem apenas dois restaurantes, um com preço moderado – Nova Iorqui – e outro mais caro – Al Mirante, que dizem ter uma vista linda para o pôr do sol. O mercadinho mais próximo está há uns 08 km de distância no sentido centro e é bem pobre de opções. Não estávamos dispostos a gastar tanto num restaurante caro por lá e quando tentamos ir ao Nova Iorqui o encontramos fechado. Estávamos ainda abastecidos de comida que trouxemos quando saímos de BH e este ponto foi fundamental para nosso maior conforto.

Em suma: a hospedagem é maravilhosa e possui um excelente custo benefício. Lugar lindo, limpo, bem decorado, tudo funcionando perfeitamente. Porém consideramos importante: ir abastecido com comidas e bebidas e disposto a cozinhar e estar ciente de que fica longe do centro e parte norte da ilha. Uma excelente pedida para quem tem mais tempo em Ilhabela e pode ir conhecendo as praias ao poucos ou quer mesmo descansar, curtindo as praias do Sul e o próprio chalé, que é uma delícia. Muito indicado para casais em busca de sossego e privacidade.

20170914_092423

A vista do deck externo (1)

DSC02597

A vista do deck externo (2)

Casamar Ilhabela:

Av. Governador Mário Covas Júnior, 18000 – Borrifos, Ilhabela – SP

(012) 3894- 1838 – Daniel e Cris. 

https://www.casamarilhabela.com/

Página no Facebook : Casamar Ilhabela

Compartilhe:

Vanessa Barreto

Psicóloga por profissão, viajante por paixão. Acredito na força dos encontros, na potência das palavras e na beleza das pequenas coisas. Viajar é um modo de existir e de se reinventar e por quê não dizer terapêutico também?

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *