Como organizar preparos de refeições ao alugar um Airbnb

Quem acompanha nossas viagens aqui pelo Blog e pelo Instagram sabe que gostamos muito de alugar um espaço completo para hospedagem. Em roteiros mais longos esta estratégia ajuda muito na economia da viagem e é também muito útil naquelas viagens de descanso, quando queremos um lugar gostoso para ficar uns dias só na vida boa, sem ter que se preocupar em sair para comer! 

(Veja aqui nosso post sobre viagem para a prática do Banho de Floresta).

Uma questão que comumente aparece é a organização da rotina de alimentação. Vou dividir com vocês como costumamos fazer:

Definir previamente o “cardápio”

A rotina de fazer previamente o “menu” nós já temos no cotidiano. Aos finais de semana já costumamos definir o que vamos fazer no almoço e jantar da semana toda, o que nos ajuda E MUITO a otimizar tempo, evitar o desperdício e organizar as compras.

Quando vamos viajar para um Airbnb não é diferente – fazemos um menu específico para a viagem e costumamos dividir assim:

1)Café da manhã

2)Almoço 

3)Jantar

4)Lanches 

Viajando a gente não quer ter trabalho, então simplificamos mesmo. No café costumamos seguir a lógica pão, manteiga, queijo, bolo, geléia e café. Para almoço e jantar alternamos a lógica alguma proteína + arroz + um acompanhamento.

Imagem de William Iven por Pixabay 

Exemplos de refeições que gostamos de fazer viajando

  • Arroz+ bife com molho de gorgonzola + batata corada
  • Arroz + bife + vagem grelhada
  • Arroz + linguiça + mandioca cozida

E por aí vai…

De lanches em geral levamos: frutas, castanhas e outras nuts, queijo, milho para fazer pipoca..

Fazemos também à parte a categoria bebidas – gostamos de levar água com gás, kombucha, chás… calculo as bebidas por refeição com uma sobrinha a mais.

Imagem de John Naphat por Pixabay 

Lista de Compras e Compras

Definido o menu da viagem, é hora de listar o que será preciso comprar, verificando sempre o que já temos em casa. Sempre que possível preferimos levar tudo já de casa, para não ter que perder tempo da viagem fazendo compras. Mas dependendo do meio de locomoção e da distância talvez seja melhor fazer as compras já no “novo endereço”. Se for este o caso, não se esqueça de levar o menu e a lista consigo.

Imagem de Gerd Altmann por Pixabay 

Organização das porções

Quando levo os insumos já de casa, gosto de levar tudo já porcionado para o preparo de cada refeição – reduz o desperdício e me faz perder menos tempo na cozinha. As carnes já vão congeladas em saquinhos com porção para 1 refeição, os legumes vão picados e congelados, o arroz levo cru, mas em porção suficiente para a viagem toda, sem excessos.

Imagem de Lukas Bieri por Pixabay 

Transporte

Para viagens de até 6 horas levo frios em bolsa térmica, coloco no chão do carro com uma proteção que reflete a luz por cima (destes que a gente coloca para proteger o painel do carro). Embrulhar carnes em jornal ajuda a manter o congelamento por um período um pouco maior. Latas, garrafas e insumos não perecíveis levo numa sacola destas retornáveis.

Para viagens longas, mas de carro, levo tudo de casa, mas deixo os perecíveis para comprar lá mesmo.

Para viagens de avião não tem jeito, o melhor é levar o menu, a listinha e correr para o supermercado mais próximo.

Imagem de Gerhard Gellinger por Pixabay

Organizando tudo no Airbnb

Ao me instalar na nova “moradia” arrumar as comidas é a primeira coisa que faço, começando sempre pelos perecíveis. Organizo os demais insumos e deixo o menu elaborado em local de fácil visão. Pronto. Agora é só ir olhando o menu e seguindo para preparar as refeições

Algumas pessoas podem não se adaptar à ideia de já ter tudo pré-programado mas a gente realmente adora: não ter que perder muito tempo na cozinha e já ter tudo a mão fez uma diferença enorme na nossa vida e ajuda muito nas viagens também. A gente economiza bastante assim e deixa pra comer fora quando realmente estamos com vontade.

Claro que você pode adaptar estas sugestões como for melhor para você, o importante é pensar em formas de otimizar as refeições para que o tempo na cozinha não roube tanto seu tempo de passeios e descanso.

Imagem de CSU-Extension por Pixabay

Dicas extras:

Mesmo fazendo o menu de cada refeição, convém levar algumas coisinhas extras caso haja necessidade de, por qualquer motivo, estender a hospedagem ou se rolar uma fome a mais. Neste caso aposto nos não perecíveis e costumo levar de “extra” macarrão, molho e atum. 

Leve ao menos uma tupperware para ter onde guardar alguma sobra – é comum nas casas não ter nenhuma.

Milho de pipoca leve sempre – é um coringão para o lanche e a fome fora de hora- pipoca é fácil e rápido de fazer.

Nem todo Airbnb tem filtro, certifique-se se sua casa de aluguel tem, para não ter que sair correndo às pressas atrás de água.

Imagem de Jonny Lindner por Pixabay

Leia também:

Como economizar em viagens

Dicas para acertar no Airbnb

Faça sua primeira reserva pelo Airbnb com nosso link e ganhe R$ 130,00 em créditos em sua primeira viagem. Você não paga nada a mais por isto e nos ajuda a manter o blog no ar. Clique AQUI.


Faça sua primeira reserva pelo Booking com nosso link e ganhe R$ 50,00 em créditos após sua primeira hospedagem. Você não paga nada a mais por isto e nos ajuda a manter o blog no ar. Clique AQUI.

Salve no Pinterest e consulte sempre que quiser

Compartilhe:

Vanessa Barreto

Psicóloga por profissão, viajante por paixão. Acredito na força dos encontros, na potência das palavras e na beleza das pequenas coisas. Viajar é um modo de existir e de se reinventar e por quê não dizer terapêutico também?

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *