O sítio “Cheiro de Mato”, uma pausa após a trilha da Pedra da Onça

Logo na saída da exaustiva trilha paramos neste sítio. Do lado de fora há um grande banner informando que eles vendem café, energéticos, bebidas e lanches. Vimos também umas mesinhas com cadeiras e entendemos que ali poderia ser um bom lugar para se refrescar e descansar um pouco. Fomos recebidos por Silvana, a proprietária, que lá vive com o esposo e mais seis cães (todos dóceis, costumam latir para as pessoas que saem da trilha, mas não são agressivos). Pedimos água e café.

22089704_2086870871338560_6252170877096100530_n

A casa onde funciona a lanchonete, vista da parte baixa do terreno. Ao lado, a estradinha de subida para o início da trilha.

Silvana foi muito simpática, ela é advogada e nos disse que por muito tempo trabalhou em São José dos Campos já morando no sítio, encarando frequentemente uma estrada sinuosa de 60 km. Foi deixando o trabalho aos poucos, reduzindo as idas ao escritório. Recentemente tinha decidido, junto com o esposo, deixar a cidade e viver de vez em São Xico, quando resolveu incrementar seu negócio ali.

Pelo que percebemos a oferta de hospedagem já ocorria mesmo antes da família ter se instalado no sítio, porém a lanchonete foi inaugurada há pouco tempo. Ela mesma disse que ia incorporando novos itens ao cardápio conforme os turistas iam solicitando: “imaginem, uma advogada tocando uma lanchonete”, nos disse aos risos. Com cabelos compridos e brancos, uma mecha colorida e uma vitalidade invejável, Silvana sozinha nos atendeu, atendeu a outro casal que chegou depois, deu suporte a um outro casal que estava no camping e ainda conseguiu nos contar um pouco de sua história. Sempre nos toca experiências de pessoas que deixaram a vida nas grandes cidades para buscar a tranquilidade do interior e desta vez não foi diferente.

É possível acampar no gramado do sítio, alugar um quarto privativo ou até mesmo uma casa inteira, que tivemos a oportunidade de conhecer: toda em madeira, espaçosa, bem equipada. Aluga-se a casa por completo ou também um de seus quartos, tudo negociado diretamente com Silvana. A parte mais interessante da casa é a grande varanda: de lá é possível avistar grupos de muriquis, macaco típico da região. Os muriquis estão ameaçados de extinção – trata-se do maior macaco do continente americano, podendo chegar a pesar 15 kgs e medir 1,20m. Tivemos a sorte de ver a passagem de um grupo, Silvana nos mostrava cada um, muito empolgada. Disse ainda que vários pesquisadores de outros países já estiveram ali para estudá-los. A parede da casa é repleta de fotos de Muriquis, muitas tiradas ali mesmo.

18447225_1886870641338585_4884906587236428509_n

Área de Camping

22090193_2086870938005220_629429186351206549_n

A casa principal com a varanda voltada para a mata: visão privilegiada dos muriquis.

macaco_muriqui

O macaco muriqui. Foto: www.ndig.com.br

Nossa anfitriã relatou também que além da famosa trilha do pico da onça existem muitas outras na região que só podem ser percorridas com guias por não serem demarcadas. Eventualmente trilheiros se perdem e é preciso que o Águia (helicóptero de resgate da cidade de São Paulo) se desloque para lá, atrás dos “perdidos”. Os poucos guias que conhecem estas trilhas tem cobrado um valor alto por seus serviços e Silvana nos informou que muitos aventureiros tem contratado-os no intuito de aprender o caminho e depois poder refazê-los, seja pela aventura ou também para guiarem outros grupos. Enfim, parece que há na região um potencial ainda pouco divulgado e conhecido em novas trilhas.

Fim do café e da contemplação dos muriquis deixamos o sítio e voltamos ao estacionamento onde deixamos nosso carro. Além da trilha e da bela vista do alto do pico da onça fomos presenteados com o encontro com Silvana e a contemplação dos muriquis. 

17553405_1816112831747700_8411857928576910723_n

Fim de tarde no sítio.

Detalhe:  Não fizemos fotos de lá, todas as imagens deste post, exceto a do macaco Muriqui, foram retiradas da página do Facebook do sítio, em link ao final da postagem.

Sítio Cheiro de Mato – Estrada dos Ferreiras, 4505, Bairro dos Ferreiras, Distrito de São Francisco Xavier, São José dos Campos-SP. 

Contatos: Silvana/ Maurício: (12) 99722-5500/ 3204-7764 (horário comercial). E-mail: silordonhes@yahoo.com.br

Página no Facebook do sítio AQUI

Compartilhe:

Vanessa Barreto

Psicóloga por profissão, viajante por paixão. Acredito na força dos encontros, na potência das palavras e na beleza das pequenas coisas. Viajar é um modo de existir e de se reinventar e por quê não dizer terapêutico também?

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *